Vans,a Division of VF Outdoor, Inc.

Notas de um Surfista do Pico

SS: Fale um pouco sobre você
FP: Fala galera, meu nome é Francisco Pimentel, sou cientista da computação, de recife e
tenho o surf como esporte favorito para praticar e acompanhar. Gosto de buscar dados
dos surfistas online para alimentar meus programas de computador e prever os
surfistas que irão mandar bem nos eventos da WSL

SS: Tem havido uma grande mídia sobre a mudança de local e as consequências
de ir para Grumari, o que você acha do novo local do evento?
FP: Pessoalmente eu gosto muito do novo local. Grumari está localizada em uma APA
(Área de Proteção Ambiental), então tem muita beleza natural. Todos surfando e
visitando o local ficarão impressionados com a beleza do lugar. O acesso à área é
restrito, veremos um cenário bem diferente comparado com o ano passado, eu acredito
que um crowd muito menor. As ondas de Grumari são um pouco maiores que as de
postinho e cavam menos. As ondas também abrem bem e são mais longas. Condições
perfeitas para os surfistas darem um show ao público

SS: Muitos surfistas do circuito estão se aquecendo no lugar do evento? Quem são
os destaques?
FP: No momento não temos muitos surfistas se aquecendo no lugar, a maioria está prevista
para chegar no final de semana. Alejo Muniz está morando no Rio desde 2014, então
ele já está bem acostumado e treinando no local. O destaque para mim é John John
Florence, ele está treinando bem em Grumari e é bom ver o foco dele este ano, ele não
surfou mal em nem um heat até agora. A nova organização dos heats colocou JJF
contra Ibelli no round um, vai ser o terceiro encontro deles este ano, é sempre uma
ótima disputa, quero muito ver essa bateria.

SS: O que você acha de Parko e Kai terem desistido do evento? Os brasileiros
vêem isso como desrespeitoso?
FP: Bem, eu não vejo essa atitude como desrespeitosa e acredito que a maioria dos
brasileiros também não vê. É claro que agora nós estamos enfrentado muitos
problemas no Brasil, de política a doenças. Mas quando falamos em esportes o
brasileiro muda completamente, adoramos acompanhar e torcer, o surf vem crescendo
muito rápido no Brasil, o evento vai ser um sucesso. Quando se fala em receber
pessoas de fora, os brasileiros dão o seu melhor para assegurar uma boa estadia por
aqui, os surfistas terão muito apoio da torcida brasileira.

SS: Ultimamente tivemos ótimas perfomances de brasileiros no circuito, algum
brasileiro em particular recebe mais apoio dos fãs? Para quem você está
torcendo?
FP: Isso é verdade, os brasileiros tiveram boas colocações nos últimos anos e isso é
incrível para o nosso país. Temos uma costa muito grande e é bom ver como aumentou
a quantidade de pessoas indo para a praia surfar, isso é sensacional para o esporte. O
crowd está crescendo por aqui. Bem, eu acredito que o surfista preferido dos
Brasileiros é Gabriel Medina, o público gosta muito dele. Aquele primeiro título mundial
significa muito para nós. Adriano de Souza ganhou muitos fãs por conta da vitória no
ano passado e da sua personalidade. Felipe Toledo está em alta por aqui também
depois daquela final contra Bede Durbidge, o mundo todo viu como a multidão estava
frenética na praia. Pessoalmente eu estarei torcendo para Italo Ferreira. Gosto muito
do comprometimento dele nas baterias, além disso ele vem do Nordeste, mesma
região que eu. É muito bom ver um nordestino mandando bem no circuito mundial.

SS: Você tem algo mais para adicionar?
FP: Espero que o surf continue crescendo no Brasil. É sensacional a experiência que nós,
brasileiros, estamos vivendo agora no esporte. Estou contando os dias para o evento
aqui no Rio e torço para ver uma final de Wilko contra Italo. Por último, eu gostaria
muito de ver um evento oficial no meu estado, Pernambuco, especificamente na ilha de
Fernando de Noronha. Seria ótimo ter uma competição no Havaí Brasileiro.

Share
Surf-Stats
Editor-in-Chief at Surf-Stats.com

We are surfers and statistics nerds with a passion for fantasy sports. Don’t worry, we can’t imagine what we look like either.


s2Member®